Psicanálise Integrativa

Abordagem multidisciplinar

psicanalise-mulher Black November

A Psicanálise Integrativa, como pretende transmitir o nome é um compilado de diversas abordagens psicoterapêuticas que favorecem a receptividade durante o tratamento.
Atualmente, cada vez mais, as pessoas buscam se conhecer melhor para se aperfeiçoar e a criar mecanismos contra doenças e sentimentos negativos nesse momento, como depressão, ansiedade, estresse e tantos outros desalinhamentos emocionais. Você precisa saber onde está para determinar onde quer ir. Quem é e quem quer se tornar.

A abordagem multidisciplinar, como preconiza a Sociedade Brasileira de Psicanálise Integrativa-SBPI, permitiu integrar várias técnicas terapêuticas para facilitar o atendimento dos clientes. Esse conhecimento pressupõe a junção de todos os autores a partir de Freud como Jung, Heich, Lacan entre outros, com o objetivo de criar um novo saber que vai além da análise dos sonhos, abrindo-se para novos ângulos de observação para um acesso mais profundo do inconsciente.

Elimine emoções perturbadoras e influências dos ancestrais familiares. A alteração e correção dos registros negativos promovem reações mais harmoniosas. Recupere seu equilíbrio emocional, lá na origem dos problemas. .
Com isso, a Psicanálise Integrativa não é mais ou menos eficaz. Ela se mostra como uma forma mais flexível quanto à forma comum existente e se apresenta como uma alternativa mais orgânica e natural para tratar as causas e não apenas aliviar os sintomas.

Da mesma forma que Jung ofereceu sua valiosa contribuição aos trabalhos de Freud e assim como fizeram outros como Heish, Winnicott, Lacan e Klein, os conhecimentos foram se somando conforme as boas práticas foram se abrindo ao que de melhor cada um pode oferecer. Em tempos de desafios como vivemos, todo o conhecimento disponível se faz necessário e abrir-se a um novo padrão de observação vai novamente contribuir para a ampliação da experiência de desvendar os meandros do ser humano nessa era da informação. As carreiras e os relacionamentos estão hoje utilizando linguagens e códigos que demandam um olhar mais de vanguarda para acolher o novo, como fizeram aqueles anteriores que revolucionaram os atendimentos clínicos.

Compartilhe nas suas redes sociais.